Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.

Crise é risco para investir até regressar estabilidade

SÉRVULO NA IMPRENSA 11 Nov 2021 in Jornal de Negócios

Ana Luísa Guimarães, sócia da SÉRVULO, analisa o atual contexto de crise política, quando o País se prepara para apenas ter Orçamento do Estado de 2022 a meio do ano.

“A fonte do risco de um desinteresse potencial no investimento está antes em circunstâncias mais estruturais e por isso é mais grave, mais preocupante e exige ações sérias imediatas”, defende. “Em causa está o peso da máquina administrativa portuguesa nos procedimentos de licenciamento dos projetos.”[…] “Este é o grande desafio do país já. Na minha opinião, este é verdadeiramente o maior problema. Sem investimento privado não haverá transição energética nem cumprimento de metas; mas para isso tem de haver simplificação, canais abertos de comunicação que realmente funcionem. A palavra é desbloquear para acelerar”, acrescenta a sócia da SÉRVULO.

Expertise Relacionada
Público
Advogados Relacionados
Ana Luísa Guimarães